Juiz mantém decisão que tirou Joesley da prisão e recurso do Ministério Público vai a tribunal

Joesley Batista (Foto: Dida Sampaio/Estadão Conteúdo)

 

 

 

 

 

 

 

 

O juiz Marcus Vinícius Bastos, da 12ª Vara Federal de Brasília, manteve decisão que liberou da cadeia os delatores Joesley Batista e Ricardo Saud, do grupo J&F. A Procuradoria da República no Distrito Federal havia recorrido contra a ordem de soltura. Joesley e Saud foram libertados no início de março. Com a negativa, o recurso do Ministério Público Federal vai ao Trbunal Regional Federal (TRF) da 1ª Região.

No mesmo processo, os advogados do ex-presidente da Câmara dos Deputados Eduardo Cunha apresentaram um pedido de extensão a ele da ordem de liberdade que fora concedidada aos dois delatores. O titular da 12ª Vara negou.

>> STF nega recurso e mantém processo contra Rocha Loures na Justiça Federal em Brasília