Microbolsas: as bolsas em tamanho mini ficaram ainda menores

Microbolsa na passarela da Longchamp (Foto: Getty)

 

Não é novidade que as bolsas já haviam encolhido. Nãos mãos – ou melhor dedos – e penduradas como colares nos pescoços de celebridades como Kylie Jenner e Gigi Hadid, a minibolsas viraram mania fashion, com toda pinta de ser mais uma tendência passageira como as bermudas ciclistas ou as sandálias de bico quadrado, bem anos 90. 

Lançada por Jacquemus, as minibolsas conquistaram as passarelas, celebridades e tomaram o street style. O Chiquito, modelo mais famoso da marca do designer francês Simon Porte Jacquemus, com sua alça tipo top handle virou um dos maiores hits entre os fashionistas nas portas de desfile internacionais. Até grandes marcas de luxo como Louis Vuitton e Fendi entraram na onda e encolheram alguns de seus modelos clássicos.

Microbolsa na passarela da Xu Zhi (Foto: Getty)

 

Mas quem apostou na efemeridade da tendência, errou: as bolsas em tamanho pequeno não só continuam firme e forte no verão 2020 como encolheram ainda mais. A prova foram as passarelas da temporada de moda nova-iorquina, onde marcas como Longchamp, Brandon Maxwell e Cashmere Song desfilaram microbolsas, seguradas apenas pelos dedos. Para confirmar qualquer suspeita de que as microbolsas são o acessório absoluto de 2019 ninguém menos que Rihanna apareceu usando um modelo da Delvaux em um evento da NYFW. 

Microbolsa na passarela de Brandon Maxwell (Foto: Getty)